A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO HUMANIZADO E OS DESAFIOS ENCONTRADOS PELOS PROFISSIONAIS DA ÁREA DE RADIOLOGIA

  • Amanda Larocca Pagano Faculdades Ponta Grossa
  • Lea Rosa Chioca Faculdades Ponta Grossa

Resumo

O presente estudo teve como objetivo geral a realização de um levantamento bibliográfico de artigos científicos que abordam o tema de humanização na área da saúde, com foco principalmente na área da radiologia. Através desse estudo observamos que a implementação de políticas de humanização na área da saúde tem como objetivo tornar o atendimento mais digno aos pacientes, resultando em um relacionamento mais respeitoso entre o profissional da saúde e os pacientes. Entretanto, é possível observar que essa prática não tem sido facilmente implementada em nosso país, por razões como o número elevado de pacientes, extensas jornadas de trabalho, rotina exaustiva e mecanização do exercício da profissão. Por outro lado, a humanização, quando realizada de forma incorreta, sem a devida supervisão, pode afetar o profissional de saúde, o qual pode acabar se apegando a um paciente e algumas vezes prejudicando seu julgamento profissional perante uma situação e desenvolvendo uma frustração emocional. Sendo assim, concluímos que para a realização de um efetivo tratamento humanizado é necessário que o profissional da radiologia tenha boas condições de trabalho e também um acompanhamento e suporte psicológico para assim ter mais produtividade, menos doenças mentais/psíquicas, e condições de atender os pacientes de forma digna.

Biografia do Autor

Amanda Larocca Pagano, Faculdades Ponta Grossa
Amanda Larocca Pagano, Acadêmica do curso Superior de Tecnologia em Radiologia pela Faculdades Ponta Grossa.
Lea Rosa Chioca, Faculdades Ponta Grossa
Graduada em Odontologia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, Mestre e Doutora em Farmacologia pela Universidade Federal do Paraná, Professora no curso Superior de Tecnologia em Radiologia das Faculdades Ponta Grossa.

Referências

RIOS, I. C. Humanização e Ambiente de Trabalho na Visão de Profissionais da Saúde. Saúde e Sociedade, v17, n.4, p.151-160, 2008.

BARROS, R. B.; PASSOS, E. A humanização como dimensão pública das políticas de saúde. Cadernos de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 3, p. 561-571, 2005.

MARTINS, M. C. F. N. Humanização da assistência e formação profissional de saúde. Psychiatry on Line, Brasil. 2003 Maio; 8

VAITSMAN, J.; ANDRADE, G. R. B. Satisfaction and responsiveness: ways to measure quality and humanization of health assistance. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 3, p. 599-613, set. 2005.

CONSELHO NACIONAL DOS TÉCNICOS EM RADIOLOGIA – CONTER (BR), Resolução nº15, Reformulação do Código de Ética do Profissional das Técnicas Radiológicas. Brasília: Conselho Nacional dos Técnicos em Radiologia, 2011. Disponível em: http://www.crtr17.gov.br/arquivos/codigo_etico.pdf

DUARTE, C. L. M; NORO, A. Humanização do Atendimento no Setor de Radiologia: Dificuldades e Sugestões dos Profissionais de Enfermagem. Cogitare Enferm Jul/Set; 18(3):532-8, 2013.

LIMA, T. J. V. et al. A humanização na atenção à saúde do idoso. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 19, n. 4, p. 866-877, 2010.

SILVA, M. J; HORBACH, M. J; SSCHUH, X. L; Assistência Humanizada nos Setores de Urgência e Emergência. Revistas dos TCCs e Semanas Acadêmicas da ULBRA Cachoeiras do Sul, v.1, n.1, 2017. [Acesso em 20 de dezembro de 2017]. Disponível: http://ulbracds.com.br/index.php/rtccsa/article/view/1034

SILVA, I. E. B; JUNIOR, P. V. Humanização do Setor de Radiologia: Um relato de Experiência. Conselho Nacional dos Técnicos em Radiologia (CONTER). [Acesso em 20 de dezembro de 2017]. Disponível: http://conter.gov.br/uploads/trabalhos/humanizacao_no_setor_de_radiologia.pdf

Publicado
13-08-2018
Seção
Artigos