O BRINCAR À SOMBRA DAS FACILIDADES TECNOLÓGICAS

Rosemeri Moraes, Tatiane da Silva Vieira

Resumo


O brincar é um fator importante no processo de aquisição e desenvolvimento da linguagem, através dele, a criança vai desenvolver várias habilidades essenciais para sua vida. Sob esse enfoque, realizou-se essa pesquisa com o objetivo de investigar quais podem ser os prejuízos que a substituição da brincadeira pelo uso excessivo das tecnologias pode trazer para o indivíduo.  A metodologia utilizada foi a descritiva, baseada em revisão bibliográfica com abordagem qualitativa. Este trabalho visa provocar uma reflexão sobre quão importante é o brincar e quem tem sido deixado de lado devido à entrada de equipamentos tecnológicos no cotidiano das crianças. 

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRAUS, G., CERÁVOLO, M. R. O uso excessivo da tecnologia e a desconstrução do eu. Rev.interespe., n.7, dez. 2016. Disponível em: . Acesso em 23 ago. 2017.

AUGUSTO, S. O. A linguagem oral e as crianças possibilidades de trabalho na educação infantil. Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Módulo didático - UNESP. 2011. Disponível em: . Acesso em 18 set. 2018.

COSTA, E. C. da, MAPA, L. O., LAZZARINI, S. A. M. “Me dá um celular”: A inserção dos celulares no universo infantil. Centro Universitário UNA, Belo Horizonte, MG. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sudeste – Volta Redonda - RJ –2017. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

GREENFIELD, Susan. O lado sombrio da tecnologia. Revista Veja, São Paulo, Edição 2303, Ano 46, número 2, página inicial 15 e final 17, Janeiro de 2013.

LIMA, I. L. B., CAVALCANTE, M. B. C. Desenvolvimento da linguagem na clínica fonoaudiológica em uma perspectiva multimodal. Revista do GEL, São Paulo, v. 12, n. 2, 2015. p. 89-111. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

MAZIERO, L. L.; RIBEIRO, D. F.; REIS, H. M. Desenvolvimento Infantil e Tecnologia. Revista Interface Tecnológica, v. 13, n. 1, dez. 2016. p. 13. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

MEDEIROS, B. dos S. O brincar como estimulação da linguagem oral: promoção da saúde na escola. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina , 2015. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

MENEGHEL, A. L. P. de C. O uso de aparelhos eletrônicos de tela e a Construção das estruturas lógicas elementares e Infralógicas de espaço. Dissertação de Mestrado – Faculdade de Educação, Universidade de Campinas, Campinas, 2016. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

PAIVA, N. M. N de.; COSTA, J. da S. A influência da tecnologia na infância: Desenvolvimento ou Ameaça?. O Portal dos Psicólogos, Terezina: 2015. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

PEREIRA, B. da S., ARRAIS, T. S. A influência das tecnologias na infância: vantagens e desvantagens. IV Colóquio Internacional Educação, Cidadania e Exclusão: Didática e Avaliação. Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2017.

WAJSKOP, G. Brincar na Educação Infantil: Uma história que se repete. 9. ed. São Paulo: Cortez. 2012. p. 128.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.