Critérios para Realização de um Processo de Compras Sustentáveis em Empresas Privadas na Cidade de Ponta Grossa

Lorena da Luz Ferreira, Rosielen Galvão Pochynski, Solange Maciel Dalssotto, Mayara Cristina Ghedini da Silva

Resumo


Este trabalho teve como objetivo identificar os critérios para a realização de um processo de compra sustentável em empresas do setor privado na cidade de Ponta Grossa-PR. Sua fundamentação teórica aborda os temas de logística reversa, sustentabilidade, compras e compras sustentáveis. A metodologia utilizada foi o método indutivo, seguido da classificação de natureza aplicada e de caráter exploratório e o procedimento técnico para o levantamento de dados foi o questionário. O público alvo foi o departamento de compras de três empresas de transformação, onde os responsáveis pela aquisição responderam um questionário sobre questões específicas relacionadas ao tema. Com a presente pesquisa, constatou-se que as empresas objeto de estudo não possuem critérios pré-definidos para realização do processo de gestão de compras sustentáveis, porém se preocupam com os fatores negativos que a ausência desta pode causar. Neste sentido os representantes das empresas pesquisadas apresentaram interesse na implantação do conceito de sustentabilidade no processo de obtenção de insumos e serviços. Sendo assim, presume-se que este trabalho poderá contribuir para o conhecimento dos conceitos de sustentabilidade e compras sustentáveis, destacando fragilidade e dificuldade da implantação desta atividade nos respectivos departamentos das empresas pesquisadas.

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas-. Aprovada a norma internacional de diretrizes para compras sustentáveis- ISO 20400. Disponível em: . Acesso em 27 mar 2017.

ALMEIDA, Fernando. O bom negócio da sustentabilidade. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002.

ALMEIDA, Fernando. Os Desafios da Sustentabilidade: uma ruptura urgente. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

ANA - Agência Nacional de Águas. Compras Sustentáveis. Disponível em: . Acesso em 27 mar 2017.

BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos/Logística Empresarial. 5. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

BARBIERI, José Carlos. Gestão Ambiental empresarial: conceitos, modelos e instrumentos.4 ed, editora Saraiva: São Paulo, 2016.

BARBOSA, Gisele Silva. O desafio do desenvolvimento sustentável. 4ª Edição, Nº4, Volume 1. Rio de Janeiro: Revista Visões, 2008.

BELLEN, Hans Michael Van. Indicadores da sustentabilidade: uma análise comparativa. 2 ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

BERGAMO, Krystiane Maria Lanziani; STEFANELLO, Paulinho Rene. Logística reversa nos ambientes empresariais. Disponível em:. Acesso em: 07 abr 2017.

BERTAGLIA, Paulo Roberto. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento. 2. Ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

BOWERSOX, Donald J.; CLOSS, David J.; BOWERSOX, John C. Gestão Logística da Cadeia de Suprimentos. 4. Ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.

CANEPA, Carla. Cidades Sustentáveis: o município como lócus da sustentabilidade. São Paulo: RCS, 2007. COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO (CMMAD). Nosso futuro comum. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1988. CONAMA - CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução Conama Nº 001, de 23 de janeiro de 1986. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res86/res0186.html. Acesso em: 17 ago de 2017.

CORREÂ, Henrique Luiz. Gestão de redes de suprimento: Integrando cadeias de suprimento no mundo globalizado. São Paulo: Atlas, 2010. COSTA, Luciangela Galletti. Logística Reversa: Importância, fatores para a aplicação e contexto brasileiro, 2006. Disponível em:< http://inf.aedb.br/seget/artigos06/616_Logistica_Reversa_SEGeT_06.pdf>. Acesso em 13 de ago de 2017.

CUNHA, Hercules Farnesi; OLIVEIRA Mônica Santos; VIO, Rita de Cássia. A Importância da Logística Reversa na Construção da Responsabilidade Social Agregadora de Vantagens Competitivas, 2014. Disponível em: . Acesso em 01 de ago de 2017.

DIAS, Reinaldo. Gestão Ambiental: Responsabilidade Social e Sustentabilidade. 2ª Ed. São Paulo: Atlas, 2011.

DIAS, Marco Aurélio P. Administração de Materiais: Princípios, Conceitos e Gestão. 5. Ed. São Paulo, SP: Editora Atlas, 2009.

DONATO, Vitório. Logística Verde: Uma Abordagem Sócio- Ambiental. Rio de Janeiro, RJ: Editora Ciência Moderna, 2008. FERNANDES, Laís Gomes. Departamento de compras de uma empresa, 2010. Disponível em: . Acesso em: 05 abr 2017.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, Frederico Pessanha; TORTATO, Ubiratã. Adoção de práticas de sustentabilidade como vantagem competitiva: evidências empíricas. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 33-49, mai./ago. 2011.

GOOGLE MAPS. Disposição Geográfica da Cidade de Ponta Grossa. Disponível em: https://www.google.com.br/maps/place/Ponta+Grossa+-+PR/@-25.1475788,-50.34929,10z/data=!3m1!4b1!4m5!3m4!1s0x94e80310b3745575:0xa34ef158104d0dd8!8m2!3d-25.0993621!4d-50.1584514 - Acesso em 08/10/2017

HEGENBERG, Juliana Trianoski. As compras públicas sustentáveis no Brasil: um estudo nas universidades federias. 2013. 257 f. Dissertação (Requisito parcial para a obtenção de título de Mestre em Planejamento e Governança Publica, Área de concentração, Planejamento Público e Desenvolvimento) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba- PR.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Panorama da cidade de Ponta Grossa/PR. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pr/ponta-grossa/panorama Acesso em 08/10/2017

_____. https://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?codmun=411990 Acesso em 08/10/2017

LACERDA, Leonardo. Logística reversa: uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais. In: FIGUEIREDO, Kleber Fossati et al. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento do fluxo de produtos e dos recursos. São Paulo: Atlas, 2003 – reimpressão 2012.

LEFF, Enrique. Saber ambiental: Sustentabilidade, Racionalidade, Complexidade e Poder. 7. Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

LEITE, Paulo Roberto. Logística reversa: meio ambiente e competitividade. 2. Ed. São Paulo: Pearson Pentrice Hall, 2009.

LIMA, Gustavo F. da Costa. O debate da sustentabilidade na sociedade Insustentável. Programa de Pós-Graduação em Sociologia- Universidade Federal da Paraíba. Projeto Integrado de Ciências e Matemática para Professores da Rede Pública – UFSCAR. Revista Política &Trabalho, 2002.

LOPES, Alexandre Souza; SOUZA, Eustáquio Rabelo; MORAES, Marcio Ladeira. Gestão Estratégica de Recursos Materiais; Um Enfoque Pratico. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 2006.

MARCONI, Maria de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos da Metodologia Cientifica. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS. Mecanismos de Desenvolvimento Limpo – MDL. Disponível em: . Acesso em 19 mar 2017.

NASCIMENTO, Patrícia Alves do. Compras sustentáveis em empresas construtoras de edifícios. 2016. 269 f. Dissertação (Obtenção do título de Mestre em Inovação na Construção Civil) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo. PONTA GROSSA (PR). Prefeitura. 2017. Disponível em: http://www.pontagrossa.pr.gov.br Acesso em: OUT/ 2017. Razões para sua empresa adotar a logística reversa, 2015. Disponível em: . Acesso em 13 de ago de 2017.

RUIZ, João Álvaro. Metodologia Científica: Guia para eficiência nos estudos. 5° ed. São Paulo- SP: Atlas, 2002. ROMEU. Compras Sustentáveis. ITAIPU BINACIONAL,2014. Disponível em: . Acesso em: 05 abr 2017.

SANTOS, Patrick Michel Finazzi, PORTO, Rafael Barreiros. A Gestão Ambiental enquanto Fonte de Vantagem Competitiva Sustentável: Contribuições da Visão Baseada em Recursos e da Teoria Institucional. Porto Alegre: V Encontro de Estudos em Estratégias, 2013.

SATTERTHWAITE, David. Como as cidades podem contribuir para o Desenvolvimento Sustentável. In: MENEGAT, Rualdo e ALMEIDA, Gerson (org.). Desenvolvimento Sustentável e Gestão Ambiental nas Cidades, Estratégias a partir de Porto Alegre. Porto Alegre: UFRGS, 2004.

SCHMITT, Camila da Silva; HAYDE, Cristian Tadeu von der; DREHER, Marialva Tomio. Sustentabilidade como Vantagem Competitiva: uma Análise Bibliométrica. Programa de Pós-Graduação em Administração – PPGAd - Universidade Regional de Blumenau – FURB. Revista Eletrônica Estratégia e Negócios, Florianópolis, v.6, n.2, p. 157-176, mai./ago. 2013. Disponível em:

http://portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/EeN/index. Acesso em: 02 ago 2017.

SCHRAMM, Alexandre Murilo; CORBETTA, Janiara Maldaner. Desenvolvimento sustentável e sustentabilidade: conceitos antagônicos ou compatíveis? In: SOUZA, Maria Cláudia da Silva Antunes. Sustentabilidade, meio ambiente e sociedade: reflexões e perspectivas, 2015. Disponível em: . Acesso em: 04 abr 2017.

SILVA, Christian Luiz da. Desenvolvimento Sustentável: um conceito multidisciplinar. Petrópolis: Vozes, 2005.

SILVA, Edna Lúcia; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. 4° ed. rev. atual. Florianópolis- SC: UFSC, 2005.

VALE, Rogerio et al. Logística Reversa: Processo a Processo. São Paulo: Atlas, 2014.

XAVIER, Lúcia Helena, CORRÊA, Henrique Luiz. Sistemas de Logística Reversa: Criando Cadeias de Suprimento Sustentáveis. São Paulo: Atlas, 2013.

Zamcopé, Fábio Cristiano; Ensslin Leonardo; Ensslin Sandra Rolim. Construção de um modelo para avaliação da sustentabilidade corporativa: um estudo de caso na indústria têxtil. 2012. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Campus Universitário, Trindade. São Carlos, v. 19, n. 2, p. 303-321; Florianópolis, SC.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.