Pedagogia Hospitalar: A Necessidade e a Importância de uma Implementação na Cidade de Ponta Grossa –PR

Shaiene Rodrigues de Ávila, Ingrid Gayer Pessi

Resumo


A pesquisa intitulada Pedagogia Hospitalar: A necessidade e a importância de uma implementação na cidade de Ponta Grossa-Pr, tem como objetivo principal analisar os desafios, a necessidade e a importância da Pedagogia Hospitalar para a cidade de Ponta Grossa – Pr. O presente trabalho visa contribuir e compreender a pedagogia hospitalar como uma nova atuação em nossa cidade, visando o pleno desenvolvimento de crianças e jovens hospitalizados. Com o passar dos anos muito se conquistou no âmbito educacional hospitalar e, muito se adquiriu com as legislações vigentes no país como constam na Constituição Federal de 1988, no Estatuto da Criança e do Adolescente, nas Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, ressaltando que a pedagogia hospitalar faz parte da modalidade de Educação Especial. Percebeu-se, a partir de questionário realizado com uma pedagoga de um colégio particular da cidade de Ponta Grossa-Pr, que mesmo com amparo legal, a pedagogia hospitalar na cidade ainda não é reconhecida e há falhas nas políticas públicas para firmar parcerias entre educação e saúde e muito ainda precisa ser discutido para que essa atuação de fato aconteça na cidade. A pesquisa de cunho qualitativo trouxe reflexões acerca da pedagogia hospitalar e a necessidade de uma implantação na cidade, visando a qualidade da educação e fazendo com que a garantia das leis seja efetiva, pois sabe-se que a educação é um direito de todos. Espera-se que a pesquisa realizada também através de bibliografias, seja significativa e contribua para um melhor aprofundamento também de acadêmicos que apoiem e lutem por esse direito profissional e social.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Hospitalizado. Resolução n° 41/95 de 13 de outubro de 1995. Diário Oficial da União, Brasília, 17 de set. de 1995.

------. Constituição (1998). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília. Disponível em: Acesso em: 2 de out. 2017.

------, Lei 4.191 de 2004. Dispõe sobre o atendimento educacional especializado em classes hospitalares e por meio de atendimento pedagógico domiciliar. Disponível em: Acesso em: 13 de out. de 2017.

------. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (ECA), Lei n° 8.069, de 13 de julho de 1990 – impresso na Imprensa Oficial do Estado. Curitiba – Paraná, fevereiro de 2006.

------. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n° 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Brasília. Disponível em Acesso em: 13 de agosto de 2017.

______/CNE. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006. Disponível em: Acesso em: 4 de set. de 2017.

------. Resolução CNE/CP nº 1 e nº 2, de 11 de setembro de 2001. Disponível em: Acesso em: 4 de set. de 2017.

ESTEVES, Claudia R. Pedagogia Hospitalar: Um breve histórico. Disponível em: Acesso em: 12 de set. de 2017.

FONSECA, Eneide Simões da. Atendimento escolar no ambiente hospitalar. 2.ed. São Paulo: Memnon, 2008.

GHANEM, Elie; TRILLA, Jaume. Educação formal e não formal. São Paulo: Summus, 2008.

GUILHERME, Regina Aparecida Messias; TOZETTO, Susana Soares. Pedagogia: Educação em espaços não formais. Ponta Grossa-Pr: NUTEAD, 2012.

JUSTI, Eliane Martins Quadrelli; FONSECA, Eneida Simões da; SOUZA, Luciane do Rocio dos Santos de. Pedagogia e escolarização no hospital. Curitiba: Intersaberes, 2012.

MATOS, Elizete Lúcia Moreira. Escolarização Hospitalar: educação e saúde de mãos dadas para humanizar. 4.ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2014.

MATOS, Elizete Lúcia Moreira; MUGIATTI, Margarida Maria Teixeira de Freitas. Pedagogia Hospitalar: A humanização integrando educação e saúde. 4.ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2009.

MELO, Marilândes Mól Ribeiro de; CARDOSO Terezinha Maria. Classe hospitalar e escola regular: estreitando laços. Ponto de Vista, Florianópolis, n. 9, p. 113-130, 2007. Disponível em Acesso em: 8 de set. de 2017.

OLIVEIRA, Mara Cecília Siqueira de; SILVA, Michele Mello da; SANTIAGO, Nilza Bernardes. A importância do pedagogo em duas instituições hospitalares de belo horizonte: desafios e conquistas. Minas Gerais. Pedagogia em Ação, PUC- Minas, v. 4, n. 1, 2012. Disponível em: Acesso em: 12 de out. de 2017.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação Departamento de Educação Especial. Curitiba: Governo do Estado do Paraná, 2007. Disponível em: < http://www.portugues.seed.pr.gov.br/arquivos/File/sareh/sareh.pdf> Acesso em 14 de outubro de 2017.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo-RS: Feevale, 2013.

RIBEIRO, Marisa Marques; MEIERJURGEIN, Audrey. O Trabalho Pedagógico no Ambiente Hospitalar no Município de Ponta Grossa. Ponta Grossa-Pr: Faculdade Sant’Ana em Revista, 2014, v. 10.

VIEIRA, Jéssica de Oliveira. A pedagogia hospitalar e o acompanhamento escolar de alunos em tratamento de saúde. 2016. 1-54 f. Monografia. Pedagogia. Universidade Federal de Rondônia, Ariquemes-Ro. Disponível em: Acesso em: 12 de out. de 2017.

ZAIAS, Elismara; PAULA, Ercília Maria Angeli Teixeira de. A Classe Hospitalar como garantia do direito da criança e do adolescente hospitalizado. Uma necessidade na cidade Ponta Grossa. In: Congresso Nacional de Educação – EDUCERE, 9., 2009. PUC/PR, 2009, p. 1243-1259 p. Disponível em: Acesso em: 2 de out. de 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.