O (A) DOCENTE COMO PROFISSIONAL CALEIDOSCÓPIO DA EDUCAÇÃO: ANÁLISES CRÍTICO-REFLEXIVAS

Autores

  • Marcos Pereira dos Santos Faculdade Rachel de Queiroz (FAQ) - Ponta Grossa/PR

Palavras-chave:

Educação. Docência. Formação profissional. Prática pedagógica. Processo ensino-aprendizagem.

Resumo

Este artigo acadêmico-científico, de abordagem qualitativa de pesquisa, tem como principal objetivo efetuar algumas análises crítico-reflexivas concernentes ao papel do(a) professor(a) como agente educacional calidoscópio formador(a) de diferentes profissionais para o mercado de trabalho. Pautado em aportes teóricos resultantes de pesquisas científicas desenvolvidas, em nível nacional e internacional, por renomados estudiosos do assunto em foco, o presente trabalho de investigação científica encontra-se didática e metodologicamente estruturado em três partes distintas, a saber: Inicialmente, são apresentadas (breves) notas históricas alusivas ao papel do professor desde a Grécia antiga até os dias atuais, passando de preceptor cultural erudito à profissional da educação. A seguir, trazemos a lume importantes reflexões acerca da temática: professor, professora como profissional calidoscópio com (in)titulações e funções educacionais diversificadas no Brasil do século XXI. Na sequência, faz-se comentários sobre o(a) professor(a) como formador(a) educacional de diversos profissionais para o mercado de trabalho. Por fim, à guisa de considerações finais, tecemos alguns apontamentos referentes aos assuntos mais latentes, significativos, preeminentes e nevrálgicos abordados no contexto do corpus textual do artigo científico em questão, almejando assim dar maior ênfase aos aspectos que gravitam em torno do trabalho pedagógico docente.        

Biografia do Autor

Marcos Pereira dos Santos, Faculdade Rachel de Queiroz (FAQ) - Ponta Grossa/PR

Pós-Doutor (PhD) em Ensino Religioso pelo Seminário Internacional de Teologia Gospel (SITG) – Ituiutaba/MG. Pesquisador em Ciências da Educação. Professor adjunto da Faculdade Rachel de Queiroz (FAQ) - Ponta Grossa/PR. 

Referências

AZZI, S. Trabalho docente: autonomia didática e construção do saber pedagógico. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. 3.ed. São Paulo: Cortez, p.35-60, 2002. (Coleção Saberes da Docência).

BARROS, C. S. G. Pontos de psicologia geral. São Paulo: Ática, 1985.

BERBEL, N. A. N. A metodologia da problematização e os ensinamentos de Paulo Freire: uma relação mais que perfeita. In: ______. (Org.). Metodologia da problematização: fundamentos e aplicações. Londrina: Editora da UEL, p.1-28, 1999.

BRANDÃO, C. R. O que é educação. 2.ed. São Paulo: Brasiliense, 1981. (Coleção Primeiros Passos – v.20).

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Departamento de Assuntos Universitários. Coordenação do Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Os graus de mestre e doutor nas instituições de ensino norte-americanas. Brasília: MEC/CAPES, 1977.

BUENO, F. S. Dicionário filológico do português. São Paulo: Saraiva, 1966.

CAMBI, F. História da pedagogia. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1999. (Coleção Enclyclopaideia).

CUNHA, M. I. O bom professor e sua prática. 13.ed. Campinas: Papirus, 2001. (Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico).

FABRA, M. L. A nova pedagogia. Rio de Janeiro: Salvat Editora do Brasil S.A., 1980. (Coleção Biblioteca Salvat de Grandes Temas – v.67).

FREIRE, P. R. N. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 14.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000. (Coleção Leitura).

______. Professora, sim; tia, não: cartas a quem ousa ensinar. 8.ed. São Paulo: Editora Olho D’ Água, 2005.

GHIRALDELLI JÚNIOR, P. O que é pedagogia. 6.ed. São Paulo: Brasiliense, 1991. (Coleção Primeiros Passos – v.193).

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. 8.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991.

LARROYO, F. História geral da pedagogia: tomo II. 2.ed. São Paulo: Editora Mestre Jou, 1974.

LENHARD, R. Escola: dúvidas e reflexões – problemas sociopolíticos da estrutura e do funcionamento do ensino fundamental e médio. São Paulo: Moderna, 1998.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê? 2.ed. São Paulo: Cortez, 1999.

LIMA, L. O. Pedagogia: reprodução ou transformação. 2.ed. São Paulo: Brasiliense, 1984. (Coleção Primeiros Voos – v.9).

MATTAR, J. Guia de educação a distância. São Paulo; Cengage Learning/Portal Educação, 2011. (Coleção Série Profissional).

MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2005.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar: convite à viagem. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

RANGEL, M. Das dimensões da representação do “bom professor” às dimensões do processo de ensino-aprendizagem. In: TEVES, N.; RANGEL. M. (Orgs.). Representação social e educação: temas e enfoques contemporâneos de pesquisa. Campinas: Papirus, p.47-77, 1999. (Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico).

RIBAS, M. H. Construindo a competência: processo de formação de professores. São Paulo: Editora Olho D’Água, 2000.

SANTOS, M. P. Professor: profissão caleidoscópio. In: Portal ProfessorNews. São Paulo, out./2014. 6 f. Disponível em: <https://www.professornews.com.br /artigos/6711-professor-profissaocaleidoscopio.html>. Acesso em: 24/10/2014.

SAVIANI, D. Educação: do senso comum à consciência filosófica. São Paulo: Cortez; Campinas: Autores Associados, 1980. (Coleção Educação Contemporânea).

SILVA, C. S. B. Curso de pedagogia no Brasil: história e identidade. Campinas: Autores Associados, 1999. (Coleção Polêmicas do Nosso Tempo – v.66).

SOUSA NETO, M. F. O ofício, a oficina e a profissão: reflexões sobre o lugar social do professor. In: Cadernos CEDES. São Paulo: Cortez; Campinas: Editora do CEDES, v.25, n.66, p.249-259, mai./ago., 2005.

SPONVILLE, A. C. Pequeno tratado das grandes virtudes. 2.ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2009.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 6.ed. Petrópolis: Vozes, 2006.

VEIGA, I. P. A.; SOUZA ARAÚJO, J. C. Ética e magistério. In: CANDAU, V. M. (Org.). Didática, currículo e saberes escolares. Rio de Janeiro: DP&A, p.107-111, 2000.

YAMAMOTO, M. P.; ANDRUCHAK, M. A. Revendo o conceito de competência docente em face de um incidente crítico: articulando experiências. In: RIBAS, M. H. (Org.). Formação de professores: escolas, práticas e saberes. Ponta Grossa: Editora da UEPG, p.159-180, 2005.

Downloads

Publicado

30-04-2020

Edição

Seção

Artigos